Dicas importantes da Caesb para um consumo de água mais consciente

Uso Consciente da Água: Hábitos de Consumo Uso Consciente da Água: Caça-Vazamentos

 

USO CONSCIENTE
Utilize a água de forma racional, apenas para o que for realmente necessário.

VERIFICAR SE EXISTEM VAZAMENTOS DE ÁGUA NOS ENCANAMENTOS DA CASA 
Cano com vazamento representa desperdício de água potável e dinheiro.
Para verificar se existem vazamentos, feche todas as torneiras, interrompendo o consumo de água. Se os indicadores do hidrômetro continuarem girando, você está com vazamento em casa. Procure um profissional qualificado para identificá-lo e consertá-lo. Faça este procedimento periodicamente e não deixe de consertar os vazamentos.
Se verificar vazamentos de água na rede externa (pública), entre em contato com a Caesb pelo telefone 115.

TORNEIRAS PINGANDO
Ao fechar a torneira, certifique-se de que ela não ficou pingando.
Uma torneira apenas gotejando, desperdiça 48 litros por dia. Se a água fluir em forma de filete, desperdiça de 180 a 750 litros por dia. Portanto, mantenha a torneira de água sempre bem fechada.

DIMINUA O CONSUMO DE ÁGUA UTILIZANDO ACESSÓRIOS
Procure nas lojas de utilidades domésticas ou ferragens por redutores de vazão, conhecidos também com aerador, arejadores ou peneirinha, e coloque no bico da torneira. Com este acessório você pode reduzir o consumo em pelo menos 20%.e ficará com a sensação de um fluxo de água mais intenso nas torneiras.
Coloque acessórios de controle de fluxo de água também nos chuveiros e em mangueiras (quando for imprescindível a sua utilização). Desta forma, você economiza e aproveita melhor o uso da água.

FECHAR A TORNEIRA DURANTE AS ATIVIDADES ROTINEIRAS
Não deixe a água correndo enquanto estiver realizando as suas atividades rotineiras, como: lavar frutas e verduras, escovar os dentes, fazer a barba, tomar banho, lavar louça, etc. Nessa página, você terá mais detalhes sobre economia de água referente a estas atividades nos tópicos específicos.
Durante e após as ações citadas, não esqueça de fechar bem as torneiras, evitando o gotejamento.

DURANTE O BANHO
Reduza o consumo de água no banho. Desligue o chuveiro ao se ensaboar e diminua o tempo embaixo da ducha. Numa chuverada gasta-se de 3 a 6 litros de água por minuto. Um banho de 20 minutos o gasto é de 120 litros de água. O banho ideal é de 5 minutos, o que equivale a 30 litros de água.
Quem usa aquecedor a gás, geralmente, liga o chuveiro e deixa a água escorrer pelo ralo enquanto ela esquenta. Uma dica é colocar um balde embaixo da ducha e depois usar a água para dar descarga no vaso sanitário.
Faça xixi no banho. Muitos acham que isso é nojento. Só que 95% da urina é água e os outros 5% são ureia e sal. Se for feito logo no começo do banho, direto no ralo, não ficará nenhum cheiro estranho e a higiene pessoal e do local não será comprometida.
Um banho mais rápido também contribui na economia de energia elétrica.

NA PIA DO BANHEIRO
Feche a torneira ao fazer a barba, lavar as mãos ou escovar os dentes. E depois do uso verifique se a torneira ficou bem fechada.
Ao escovar os dentes com a torneira aberta continuamente você gastará 18 litros de água. Abrindo e fechando a torneira o gasto cai para 2 litros de água.

NA HORA DE LAVAR A LOUÇA
Lave a louça de maneira consciente. O ideal é limpar bem os restos de comida dos pratos, talheres e panelas a seco (esponja ou papel) e jogar os resíduos no lixo. Em seguida, deixe os utensílios sujos de molho na pia, com água e detergente, por alguns minutos antes de lavá-los, isso ajuda a soltar a sujeira. Depois deixe a torneira fechada enquanto ensaboa e use a água corrente só na hora de enxaguar. Uma torneira aberta continuamente gasta 240 litros de água. Abrindo e fechando, o gasto é de 70 litros de água.
Aproveite para utilizar detergentes ecológicos, sem fosfato, para não haver contaminação da água.

LAVAGEM DE ROUPAS SUJAS 
Para aqueles que têm tempo, lavar as peças na mão é o ideal. No tanque, feche a torneira, enquanto ensaboa e esfrega a roupa.
Outra dica, colocar um balde vazio perto do chuveiro para coletar a água do banho, que será usada para por roupas de molho, antes da lavagem. 
Planeje as lavagens. Utilize a máquina de lavar com menos frequência, acumulando roupas sujas para, só então, ligá-la. Esta deverá ser usada somente quando estiver completamente cheia.
A água da máquina de lavar roupa utilizada no enxague pode ser usada para a limpeza do chão dos cômodos, do quintal ou de calçadas, dependendo do número de enxagues. Para isso, basta retirar a mangueira do cano e desviar a água para um balde. Mas é importante que o usuário tenha o cuidado de jogar essa água no ralo, para que ela vá para a rede de esgoto e seja tratada antes de cair em córregos e rios. O descarte da água na rua faz com que ela vá para a galeria de águas pluviais e não receba o tratamento necessário, poluindo assim o meio ambiente.

LAVAGEM DO CARRO
Evite lavar o carro em períodos de escassez, mas se for realmente necessário a limpeza, use um balde com água e panos ao invés de uma mangueira.
Outra opção é a ecolavagem, basta um shampoo especial para lavagem de autos, panos e um borrifador de água.

LIMPEZA DE ÁREAS EXTERNAS
Use vassouras e não mangueiras para limpar a calçada e o quintal. Caso haja a necessidade de jogar uma água, substitua a mangueira por um balde, de preferência, com água reutilizada da máquina de lavar, do tanquinho ou armazenada da chuva, etc. Lavar calçada com mangueira gasta 120 litros de água. 

USO DO VASO SANITÁRIO
Escolha vaso sanitário com descarga de caixa acoplada, pois gasta bem menos água que as de válvulas na parede.
Aperte a descarga do vaso sanitário apenas uma vez e pelo tempo necessário – cada descarga gasta de 7 a 10 litros de água. Mantenha a válvula de descarga sempre regulada (o consumo pode cair pela metade) e verifique se não há água escorrendo pelas bordas do vaso ou se o sistema sanitário necessita de reparos. Também não jogue no vaso sanitário papeis, pontas de cigarro, remédios, camisinhas, etc.

RESIDÊNCIA COM PISCINA
Na época da estiagem mantenha a piscina vazia. Caso não seja possível, procure tratar a água da piscina com produtos de higienização ao invés de substituí-la.
Além disso, sempre que a piscina não estiver sendo usada providencie uma lona para a sua cobertura, pois pode haver perda de água por evaporação e a proliferação da dengue.
Evite também que a piscina transborde e se houver a necessidade de esvaziá-la utilize a água para a limpeza do chão.

REGANDO AS PLANTAS 
A forma mais econômica e racional para molhar as plantas é usar o regador ao invés da mangueira. Para grandes gramados e jardins, opte pelo modelo de "esguicho-revólver".
Evite os horários mais quentes do dia para regar as plantas, o ideal é fazer à noite, uma vez que a evaporação da água é menor.
Escolha plantas para o jardim que consumam menos água, como cactos, suculentas e plantas nativas.

LAVAGEM DE FRUTAS, LEGUMES E VEGETAIS
Ao lavar frutas, legumes ou verduras, utilize uma vasilha com água, em vez de usar água corrente. Depois, use essa mesma água para regar as plantas.

NÃO DEIXE TRANSBORDAR A ÁGUA DA CAIXA D’ÁGUA E A MANTENHA SEMPRE TAMPADA
Faça a manutenção da caixa-d’água regularmente e evite vazamentos. É importante a caixa d’ água estar sempre tampada para evitar sujeira, evaporação e a proliferação do mosquito da dengue.

CAPTAR ÁGUA LIMPA DA CHUVA EM BALDES OU TAMBORES PLÁSTICOS
A água da chuva pode ser utilizada para diversas atividades diárias, sem nenhum custo, como por exemplo, para lavar carros, quintais e calçadas, regar plantas, tomar banho, jogar no vaso sanitário, etc.
Não esqueça de manter o telhado sempre limpo e de descartar as primeiras águas da chuva que escorrem pelas telhas. Antes de usar esta água, deixe-a decantar (possíveis sujeiras irão para o fundo e as folhas ficaram na superfície).

REUTILIZAR A ÁGUA SEMPRE QUE POSSÍVEL 
Reaproveite a água do segundo enxágue das máquinas de lavar roupa, utilize para lavar chão dos cômodos, quintais, etc.. Depois, o usuário deve rapar essa água para o ralo, pois assim esta irá cair na rede de esgoto e será tratada antes de ir para os córregos e rios.
Mantenha um balde no chuveiro para armazenar a água do banho, utilize na limpeza do banheiro, na descarga, para deixar roupas de molho, etc.
Aproveite a água da chuva, para uso não potável, podendo ser usada em lavagem de quintal, regar as plantas, nas descargas, etc.
Coloque um balde embaixo do ar-condicionando para coletar a água que fica pingando, utilize a água captada para as atividades domésticas.

CUIDADO COM O LIXO E O ÓLEO DE COZINHA
O lixo sólido ou líquido que não é descartado corretamente acaba indo para os cursos d’água dificultando e encarecendo o tratamento da água.
Cuidado, principalmente, com o descarte do óleo de fritura e dos medicamentos. Quando estes líquidos são jogados na privada, nas pias e ralos podem entupir o encanamento, deixar mau cheiro e contaminar a água e dificultar a sua purificação.
A Caesb possui um projeto denominado Biguá que recolhe o óleo de cozinha. Quando o recipiente estiver cheio, mande um e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  ou leve-o para um dos Pontos de Entrega Voluntário (PEV). Para mais informações, acesse a página do Projeto Biguá.

ÁGUA NOS PROCESSOS PRODUTIVOS
Precisamos de água para tudo, inclusive nos processos industriais e nas atividades agrícolas. Acabamos “consumindo” esta água sem perceber.
Por exemplo, um litro de cerveja precisa de 5,5 litros de água para ser fabricado, uma calça jeans de 11 mil litros, etc. Assim, quando o assunto é a economia de água, o consumo consciente de qualquer produto é importante. 
Na agricultura faça uso consciente da água para irrigação, diminuindo esta atividade em época de escassez (a prioridade deve ser o consumo humano) e cuidado com o uso de fertilizantes, pois podem ser carregados para os leitos dos rios.

Projeto Golfinho

O Projeto Golfinho, criado em 2001, faz parte do Programa de Responsabilidade Social da Caesb, atualmente, atende 480 crianças e adolescentes na faixa etária de 6 a 16 anos, residentes nas Regiões Administrativas onde a Caesb está inserida, que estão matriculadas e frequentes nas escolas da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, parceiras do Projeto. São essas escolas que indicam as crianças para participarem do projeto.

O objetivo do projeto é possibilitar à Caesb, como empresa cidadã, proporcionar aos socialmente excluídos, crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, a educação sanitária e ambiental, o desenvolvimento da escrita, leitura e raciocínio lógico; o acompanhamento escolar; o desenvolvimento de atividades esportivas, jogos cooperativos; e a disseminação de valores humanos à construção da cidadania e fortalecimento da autonomia social.

Todos os serviços essenciais à operacionalização do projeto são contratados pela Caesb por meio de licitação pública: profissional, alimentação, transporte e material pedagógico, esportivo e de papelaria.

As crianças e adolescentes participam do projeto no turno contrário à escola, de dezembro a janeiro. Recebem uniforme, lanche e transporte, além de desenvolvimento esportivo e pedagógico, acompanhamento escolar e orientação comportamental. As turmas são divididas por idade. O ingresso no projeto é somente às crianças de 6 a 10 anos, indicadas pelas escolas parceiras, podendo permanecer no projeto até os 16 anos.

O projeto é desenvolvido em três núcleos localizados nas regiões administrativas de Itapoã, Ceilândia e Lago Sul que tem parceria com o Centro de Convenções Israel Pinheiro e recebe os pré-adolescentes do núcleo Itapoã que completam 11 anos.

Com o Projeto Golfinho, a Caesb adotou um novo conceito de empresa socialmente responsável, que age dentro dos princípios éticos elevados, com condições seguras e saudáveis de trabalho, incentivando o crescimento humano dos seus empregados, além, do comprometimento com o futuro da comunidade e sociedade em geral.

Para conhecer este projeto em detalhes entre em contato com a Caesb pelo telefone (61) 3213-7453.

 

Projeto Biguá

Ações Comunitárias de Saneamento Ambiental

O Projeto Biguá tem, entre outras atividades, a coleta de óleo de fritura. Este é um resíduo cujo descarte pode representar danos ambientais significativos, com potencial poluidor elevado relacionado aos ambientes hídricos, uma vez que 1 litro de óleo é capaz de poluir 200 litros de água (*). O descarte do óleo sobre o solo é igualmente danoso, em especial pela impermeabilização do solo e pela contaminação do lençol freático.
 
Por este motivo, a Caesb convida a população do Distrito Federal a realizar a Coleta Seletiva de Esgoto, separando e armazenando o óleo de cozinha usado em sua casa ou estabelecimento e levando-o para um Ponto de Entrega Voluntária – PEV.
 
O Projeto Biguá trabalha para coletar esse óleo em escolas, bares, indústrias alimentares, restaurantes e similares no Distrito Federal. O óleo coletado é destinado para Arranjos Produtivos Locais (APLs), organizados para produção de Biodiesel a ser utilizado em frota própria e de terceiros.

Se o seu estabelecimento é um bar, condomínio, indústria, restaurante ou similar te convidamos a se tornar um amigo da natureza, cadastrando-se como parceiro no Projeto Biguá. Para tal, entre em contato com a nossa equipe pelo email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., para que seja disponibilizado um recipiente em seu estabelecimento. Todo óleo de fritura deverá ser descartado neste recipiente que quando estiver cheio, o Projeto Biguá o recolherá e o substituirá por um recipiente vazio.
 

Você que é consciente e se preocupa com o meio ambiente, orientamos que todo o óleo usado em sua casa, seja armazenado em recipientes de plásticos do tipo de amaciante de roupa ou de água sanitária.

Quando o recipiente estiver cheio, mande um e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.,  ou leve-o para um dos seguintes Pontos de Entrega Voluntária (PEV):

  • Caesb (Ed. Sede): Av. Sibipiruna, Lotes 13 a 21, Águas Claras, Brasília-DF;
  • Caesb (ETA Brasília/ Laboratório Central): SAIN, A/E s/n (entre o Detran e o DER-DF), Plano Piloto, Brasília;
  • Gerência de Atendimento ao Público do Núcleo Bandeirante: Praça Central, Módulo 05, Núcleo Bandeirante; 
  • Gerência de Atendimento ao Público do Guará: QE 13, Cj. D/E, Lts 1 e 2, Sl. 210/202, Guara I;  
  • Gerência de Atendimento ao Público do Paranoá: Qd. Central, AE 06, Paranoá  
  • Gerência de Atendimento ao Público de Planaltina: Av. Independência, SCC, Qd. 02, Bl. E, Planaltina; 
  • Gerência de Atendimento ao Público de São Sebastião: Av. Comercial, Lt. 1301, Lj. 01, São Sebastião; 
  • Gerência de Atendimento ao Público de Sobradinho: Quadra Central, Lt. C, Sobradinho; 
  • Gerência de Atendimento ao Público de Brazlândia: SNO, AE 01, Lt. E, Brazlândia; 
  • Gerência de Atendimento ao Público de Ceilândia: CNN 01, Bl. L, Ceilândia; 
  • Gerência de Atendimento ao Público do Gama: SIGA, Qd. 01, Lt. 520/600, Gama; 
  • Gerência de Atendimento ao Público do Recanto das Emas: Av. Recanto das Emas, Qd. 201, Cj. 10, Lt. 01,  Recanto das Emas; 
  • Gerência de Atendimento ao Público de Samambaia: QN 206, Cj. C, Lt. 02 - Samambaia; 
  • Gerência de Atendimento ao Público de Santa Maria: Qd. Central 211, Bl. B, AE, Santa Maria;  
  • Gerência de Atendimento ao Público de Taguatinga: C 05, Lt. 03, Lj. 01, próximo a 12ª DP, Taguatinga Centro;
  • Administração Regional do Lago Sul: SHIS QI 11, AE 01, Lago Sul, Brasília-DF; 
  • Administração do Parque da Cidade: Sara Kubistchek, Brasília-DF;
  • Administração do Parque Olhos D'Água: 414/415 Asa Norte, Brasília-DF;
  • Administração do Parque Asa Sul: 614 Sul - Asa Sul, Brasília-DF;
  • Administração Regional do Guará: SRIA II, QE 25, AE/CAVE, Guara - DF; 
  • Ginásio de Múltiplas Funções – ao lado da Feira Permanente do Cruzeiro. Cruzeiro-DF;
  • Portaria da AOS 5: Setor Octogonal, RA XXII, Sudoeste/Octognal, Brasília-DF;  
  • IBRAM: SEPN 511, Bloco C, Ed. Bittar, Plano Piloto, Brasília-DF;
  • SLU / Papa Entulho Ceilândia - QNN 29, AE, s/n, Ceilândia- DF;
  • SLU / Papa Entulho Ceilândia - QNP 28, AE – Setor P – Ceilândia – DF;
  • SLU / Papa Entulho Planaltina - Área Especial nº02 - Lts 11 e 12 – St. Norte – Planaltina – DF;
  • SLU / Papa Entulho Guará - SRIA II - QE 25 - Àrea Especial do CAVE;
  • SLU/ Papa Entulho: QNG 47, AE 09, Taguatinga – DF;
  • SLU / Papa Entulho Gama - Av. Contorno - Lt. 2 - Próximo ao DETRA – Gama - DF;
  • SLU/ Papa Entulho: AE 02, Lt. K, Brazlândia – DF;
  • Administração Regional do Varjão – Varjão - DF.


O Projeto Biguá conta com a colaboração de todos!
O meio ambiente agradece!


FOLHETOS:


Contato

Projeto Biguá – Ações Comunitárias em Saneamento Ambiental
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.;

 

(*) Esta informação, fornecida pela SABESP, é mencionada aqui por ser a mais conservadora. Várias fontes informam sobre a razão de poluição da água por óleo de até 1:1.000.000, o que pode ser verificado em sítios da Internet a partir de buscas simples com palavras chaves água+óleo+poluição.

Canais de Atendimento ao Cliente

 

ATENÇÃO: Nossos Escritórios Regionais não recebem pagamento de contas.

 

 

 

AUTOATENDIMENTO

Forma de Atendimento: por meio desse site (clique)

Horário de Funcionamento: sempre disponível

 

AGÊNCIA VIRTUAL 

Forma de Atendimento: chat ou e-mail nesse site (clique)

Horário de Funcionamento: sempre disponível

 

CENTRAL 115 

Forma de Atendimento: telefone 115

Horário de Funcionamento: 24 horas, todos os dias

 

 

Escritórios Regionais e Postos do "Na Hora"

Os nossos consumidores podem procurar qualquer unidade de atendimento dos Escritórios Regionais, independentemente do endereço de onde mora, para solicitar o serviço desejado. Nestes locais você pode solicitar serviços como emissão de 2ª via de conta, vistorias, verificação de cálculo de contas, parcelamento de débitos, entre outros. Porém, pedidos de ligação de água e esgotos, parcelamento, alteração de titularidade e desmembramento de ligações devem ser solicitados no Escritório Regional correspondente à sua localidade e o consumidor deve estar de posse dos documentos pessoais e de propriedade/posse do imóvel.   

Para acessar endereços e horários de atendimento, clique abaixo.

  
                             Escritórios Regionais e Postos do "Na Hora"  


OBSERVAÇÃO: Não há necessidade de agendamento prévio nos Escritórios Regionais da Caesb e nos Postos do “Na Hora”.

Sala de Imprensa

A Assessoria de Comunicação – PRC tem como principal objetivo divulgar para a população e para a mídia as ações praticadas pela Caesb. Além disso, a PRC tem a função de assessorar a Presidência e suas Diretorias, e as demais áreas da Empresa no seu relacionamento com os veículos de comunicação.

A área é responsável pelas ações de comunicação corporativa, o que inclui coordenar as ações de comunicação interna, eventos e campanhas publicitárias institucionais, avaliando e sugerindo estratégias de comunicação integrada.

Sugestões de pauta e assuntos importantes, como avisos de falta d’água, são divulgados para jornalistas cadastrados na lista de imprensa/ mailing da PRC. Se você quer receber esses e-mails, entre em contato com a Assessoria de Comunicação para fazer o cadastro.

Da mesma forma, os jornalistas que buscam informações sobre a Caesb ou quiser agendar entrevistas, também devem entrar em contato com a Assessoria de Comunicação.


Assessoria de Comunicação - PRC
Assessora: Cristine Gentil
Jornalistas: Juliana Peres, Fabiane Lopes, Raquel Lustosa e Angelina Oliveira. 
Telefones: 3213-7117 / 7205 / 7114 / 7144 
 

Contatos para as outras atividades da Assessoria de Comunicação:

  • Publicidade Legal e Institucional: Roberta Guimarães (Fone: 3213-7592)  
  • Distribuição de conteúdo fotográfico: Marco Antônio Peixoto (Fone: 3213-7317) 
  • Eventos promocionais e solicitação de água envasada: Raul Santos (Fone: 3214-7979 ou 3214-7910)
  • Agendamento de visitas às estações de tratamento de água e esgoto: Eduardo Barreto (Fone: 3213-7317)

 

Sub-categorias

Pagina 1 de 13