Acessibilidade


04/03/24 - Programa Caesb Negocia permite quitação de contas em aberto com juros reduzidos

Oportunidade para pagar faturas vencidas até 15 de janeiro vai até 31 de maio de 2024

“Queremos permitir que todos nossos usuários possam quitar suas contas vencidas em condições favoráveis e que caibam em seu orçamento mensal”, afirma Luis Antonio Reis, presidente da Caesb, ao lançar o programa Caesb Negocia 2024. O Programa é voltado aos usuários que desejarem pagar as contas de água e de esgoto vencidas até 15 de janeiro de 2024. As condições especiais para quitação das contas à vista estarão disponíveis até o dia 31 de maio deste ano. 

O Caesb Negocia permite ao usuário realizar o pagamento à vista com redução de até 99% dos juros de mora. As condições diferenciadas serão oferecidas a pessoas físicas e jurídicas de todas as categorias de usuários. Nesta edição do Programa, haverá também a possibilidade de reduzir em 99% os valores das multas por impedimento de leitura do hidrômetro, que variam de R$ 119,70 a R$ 1.436,40 para a categoria residencial e R$ 59,85 a R$ 2.738,50 para a categoria não residencial. 

Os usuários que atendam às condições do Programa serão informados em um comunicado entregue junto com a conta da Caesb de março. É preciso ficar atento, pois o vencimento deste comunicado com um código de barras especial será em até 15 dias depois de sua emissão. Para o pagamento à vista, haverá a redução de até 99% dos juros de mora e de possíveis multas por impedimento de leitura. 

Após o vencimento do comunicado, o usuário que tiver interesse em regularizar os valores em aberto deverá realizar a negociação pelo site da Companhia no endereço https://www.caesb.df.gov.br/portal-servicos/, opção Programa Caesb Negocia ou nos escritórios e Postos do Na Hora, mediante agendamento online e atualização dos dados cadastrais. 

O presidente da Caesb, Luís Antônio Reis, explica a motivação para o Programa deste ano: “Essa é uma oportunidade única ao oferecermos a redução de 99% dos juros de mora dos débitos em aberto e nas multas aplicadas por impedimento de leitura. Nosso objetivo é garantir a quem mais precisa o fornecimento de água de qualidade e a coleta de esgoto adequada”, completa. 

O diretor Financeiro e Comercial da Caesb, Sérgio Antunes Lemos, lembra que, para os beneficiários da Tarifa Social, o parcelamento poderá ser realizado em até 60 vezes, nos moldes do Programa Desenrola Brasil, do Governo Federal: “caso deseje pagar à vista, o beneficiário da Tarifa Social terá até 99% de desconto nos juros de mora. Como condições de parcelamento para esses usuários, haverá uma entrada padrão de R$ 20,00 e parcelas em até 60 vezes com valor mínimo de R$ 18,15, com juros de 0,01%, ao mês, bem como a redução de possíveis multas por impedimento de leitura de 99%”, afirma. Tal critério se aplica apenas àqueles enquadrados na Tarifa Social da Caesb.

 

Acesso ao Programa Caesb Negocia 2024 

.

 

09/03/24 - Água encanada leva cidadania para famílias do Dorothy Stang, em Sobradinho

Mais da metade dos lotes existentes já assinaram os pedidos de ligação com a nova rede de abastecimento. Cerca de 3 mil pessoas terão acesso ao insumo, garantido por investimento na ordem de R$ 11,6 milhões
 



Reportagem publicada na Agência Brasília em 09/03/2024

Abrir a torneira e encontrar água potável agora é realidade nas residências do Assentamento Dorothy Stang, em Sobradinho. O Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb), entregou os primeiros hidrômetros com ligação à nova rede de abastecimento neste sábado (9). Em construção desde agosto de 2023, a tubulação terá 9.837 metros e atenderá cerca de 3 mil moradores. Dos 757 lotes existentes na comunidade, 515 já assinaram os pedidos de ligação de água.

O assentamento está localizado no Setor Habitacional Nova Colina, a 30 km do Plano Piloto. O objetivo da Caesb é atender todo o setor de moradias com o fornecimento de água potável. Para isso, está sendo construído um sistema de cerca de 27 mil metros, com aporte na ordem de R$ 11,6 milhões, que beneficiará 17 condomínios e mais de 13 mil pessoas.

Na ocasião, o governador Ibaneis Rocha assinou acordo de cooperação técnica entre a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab) e a Caesb que facilita a entrada dos moradores em programas habitacionais, por meio da troca de informações entre companhias. “O Dorothy Stang era uma grande preocupação nossa. Nós temos um compromisso com a população da região desde 2019. Conseguimos a aprovação da Área de Regularização de Interesse Social (Aris) em 2021, com o projeto de lei que foi encaminhado à Câmara Legislativa, e agora estamos com um avançado processo de regularização na Codhab, para que a gente possa dar tranquilidade àquelas famílias”, afirmou Ibaneis Rocha. “Nós vamos continuar trabalhando para regularizar a área, chegando ao ponto de entregar os documentos para todos eles”, acrescentou o governador.

O presidente da Caesb, Luís Antônio Reis, ressaltou que o fornecimento regular de água contribui com a qualidade de vida e cidadania da população. “É o primeiro comprovante de endereço de muitas famílias, ou seja, cidadania pura. A pessoa vai poder comprar um forninho parcelado, por exemplo, além de não ter que acordar às 4h para buscar água. Ela terá um chuveiro em casa, água para lavar a louça, e ainda vai ter um endereço em uma conta oficial de uma empresa pública”, afirmou. A companhia atende mais de 3 milhões de habitantes, abastecendo 99% dos habitantes do DF.

O Dorothy Stang, portanto, é a primeira área a receber o serviço público. O local é considerado Área de Regularização de Interesse Social (Aris) e está em processo de regularização fundiária desde 2022. A medida permite a implantação de infraestrutura na região.

O administrador regional de Sobradinho, Gutemberg Tosatte, afirmou que a chegada do recurso comprova o compromisso de cuidar da região. “É uma conquista para essa comunidade, que sofre há muitos anos com esse problema, como todo setor Nova Colina. O que podemos fazer sem água, né? É um princípio básico de saneamento”, disse. Segundo ele, o assentamento ganhou oito papa-lixos novos e passa por ações recorrentes de recolhimento de inservíveis e recuperação das vias.

Água limpa direto da torneira

A dona de casa Joselane Ramos de Oliveira, 31 anos, é uma das beneficiadas com os novos hidrômetros. Ela revela que a comunidade já enfrentou dias inteiros sem acesso à água e que, em momentos de muita necessidade, juntavam dinheiro para a compra do insumo. “A gente pedia caminhão-pipa, que é muito caro e tinha que dividir entre a comunidade. Às vezes cada morador dava R$ 40 e ainda não era suficiente para todos”, relatou.

Agora, ela e outros moradores celebram a chegada do serviço público na região. Para Joselane, o sentimento de ver água potável saindo pelas torneiras de casa é de felicidade. “A gente vê que o governo e os órgãos públicos estão olhando pela gente, sabem que a gente está aqui, e que não estamos abandonados. É mais saúde, água encanada, água limpa”.

Apesar da pouca idade, o pequeno Gustavo Henrique, 7, participava da rotina de buscar água no poço. A tarefa ficou no passado, pois, agora, sai água limpa e tratada direto da torneira. “Era uma água meio transparente, meio marronzinha, às vezes. Vai ser melhor agora, porque a água não tem sujeira, é muito bom ter água assim, sem passar mal, nem nada. Vamos usar para tudo: comida, beber, lavar roupa, lavar prato… e tomar banho para ir à escola, claro”, comemorou o menino.

O fornecimento regular de água potável surtirá efeitos, ainda, para a saúde dos moradores. É o que acredita a dona de casa Odete Freitas, 51, que já é atendida pelo novo sistema da Caesb. Há oito anos no local, ela relata que diversos vizinhos já adoeceram devido ao consumo de água sem tratamento. “Agora, vamos ter a dignidade que não tínhamos antes”, contou Odete, que está contente com a normalização do serviço público. “Estamos progredindo. Vão vir continhas com o nosso nome e endereço”, celebrou.

Crédito das fotos: Cristiano Carvalho (Caesb)


 

 

12/03/24 - A Caesb faz parte de um seleto grupo de 100 empresas mais inovadoras no uso de TI no Brasil

Companhia subiu 20 posições em relação ao ano passado

A Caesb faz parte de um seleto grupo de 100 empresas públicas e privadas que mais inovaram em tecnologia no ano de 2023. O ranking, divulgado pela IT Mídia, mostra a Caesb em 37º lugar ao lado de grandes companhias como a Gol, Petrobrás, Globo, Claro, Embratel, Hospital Sírio-Libanês.

Neste ano, o case da Caesb mostrou a implementação de uma solução que utiliza inteligência espacial no monitoramento de ordens de serviço. O recurso informa sobre o status de atendimento e o deslocamento das equipes de manutenção, otimizando essa movimentação e, dessa forma, aprimorando o serviço de atendimento aos clientes em campo.

Desde 2015 a Caesb tem sido reconhecida por utilizar a tecnologia para executar projetos inovadores e, no ano passado, subiu 20 posições em relação ao ranking de 2022. Para o presidente da Caesb, Luís Antônio Reis, a Companhia busca continuamente enfrentar os desafios do setor de saneamento e facilitar a experiência do usuário com a Empresa. “Esse prêmio é um reconhecimento pelo esforço da Caesb e um incentivo para que continuemos nesse caminho de vanguarda de novas tecnologias”, comemora.

AS 100+ INOVADORAS NO USO DE TI

A 23ª edição do prêmio “As 100+ Inovadoras no Uso de TI”, realizado anualmente pela IT Mídia, contou com mais de 360 inscrições de projetos liderados pelas principais empresas consumidoras e fabricantes de tecnologia do Brasil. O ranking analisa o ambiente inovativo e o protagonismo da área de TI em inovação nas maiores empresas do país. Por meio da avaliação de analistas de mercado, a premiação reconhece as companhias com iniciativas de destaque no último ano. Após a avaliação dos resultados, é formado um ranking com as cem empresas que tiveram maior pontuação, ou seja, aquelas que mostraram a melhor combinação entre processo e prática na utilização da tecnologia em benefício da inovação.

Link da Revista IT: https://acervo.maven.com.br/pub/itmidia/?edicao=17450

12/03/24 - Caesb obtém autorização para investimentos de 100 milhões de dólares

Empréstimo do Banco Interamericano de Desenvolvimento permitirá melhorias no saneamento do Distrito Federal

A Caesb obteve nesta terça-feira (12) autorização da Câmara Legislativa do Distrito Federal para contratar um empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) que permitirá executar a segunda edição do Programa de Saneamento Ambiental da Companhia. O Governo do Distrito Federal será o garantidor do empréstimo da operação financeira.

“Serão R$ 600 milhões investidos no Distrito Federal. Este Programa irá contribuir enormemente para a melhoria da qualidade de vida da população da capital do nosso país, pois permitirá a ampliação e recuperação de nossas estruturas de tratamento e fornecimento de água e de esgotamento sanitário, além da substituição de hidrômetros, e a adoção de medidas para reduzir as perdas d´água da Caesb e do consumo de energia elétrica”, comentou o presidente da Caesb, Luís Antônio Reis.

Dentre as obras a serem executadas nos próximos cinco anos, as principais melhorias incluem a revitalização e a modernização das Estações de Tratamento de Água do sistema produtor Descoberto, do sistema produtor Torto/Santa Maria e da adequação da captação do córrego Mestre D´Armas; também estão incluídas obras de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Melchior, implantação do sistema de esgoto no Setor Primavera em Taguatinga e implantação e recuperação de interceptores, emissários e redes de coletas de esgoto em diversos pontos do Distrito Federal.

Os expressivos investimentos são necessários para a continuidade da excelência dos serviços prestados pela Caesb e estão alinhados ao Plano Distrital de Saneamento Básico, relacionados à expansão e melhoria dos sistemas e ao controle e redução das perdas de água na distribuição. Estão previstos R$ 2,8 bilhões em investimentos para o período entre 2023-2027.

Atualmente, a Caesb atende abastece 99% da população do Distrito Federal com água potável de qualidade e coleta 92,31% dos esgotos produzidos pela população, sendo tratados 100% de todos os esgotos coletados. Desses, 87% dos resíduos são tratados a nível terciário, um dos mais elevados em relação às demais unidades da federação.

Desde 2021, o Distrito Federal alcançou os níveis de universalização previstos no Novo Marco Legal do Saneamento Básico referentes aos atendimentos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário. O Marco Legal determina aos prestadores desses serviços que – até 31 de dezembro de 2033 – 99% da população receba água potável e 90% tenham acesso a coleta e tratamento de esgotos.


 

ETA BRASÍLIA: Marco Peixoto (Caesb)
 
ETE MELCHIOR: Cristiano Carvalho (Caesb)
 
 

20/02/24 - Caesb remunera produtores rurais para preservar o Rio Descoberto

R$ 10 milhões serão disponibilizados para o Projeto

Como parte das comemorações do Dia Mundial da Água, a Caesb vai pagar os produtores rurais interessados em ajudar na preservação da Bacia do Rio Descoberto. No dia 22 de março, às 9h, no Haras Vale Feliz, em Brazlândia, a Companhia fará um evento para incentivar os interessados em participar do Projeto Produtor de Água no Descoberto. O objetivo do Projeto é adotar práticas para a preservação, conservação e restauração do solo e da água da Bacia do Alto Rio Descoberto.

Os produtores rurais podem  aderir ao edital de Chamamento Público divulgado pela Caesb. A área de abrangência do Projeto contempla toda a bacia hidrográfica, o que corresponde a 452 km², sendo 70% no Distrito Federal (Brazlândia e Ceilândia) e 30% no estado de Goiás (Padre Bernardo e Águas Lindas).

O principal objetivo do Projeto Produtor de Água é tornar a bacia do Alto Descoberto referência na produção sustentável de água e de alimentos para garantir a segurança hídrica e a manutenção da vocação rural da região, por meio de práticas de conservação de solo e água, proteção e restauração da vegetação nativa. O presidente da Caesb, Luís Antônio Reis, explica que o orçamento previsto no Projeto pode chegar a R$ 10 milhões, a serem investidos nos próximos cinco anos. “Inicialmente o edital é dedicado aos produtores rurais de Brazlândia e de Águas Lindas-GO que queiram preservar o maior manancial do Distrito Federal, responsável por abastecer 60% da população. A ideia é permitir que esses agricultores adequem suas propriedades ambientalmente e que possamos fortalecer a relação entre os diversos usuários da bacia”, explica.

Os produtores rurais interessados em aderir ao Projeto Produtor de Água no Descoberto devem verificar junto ao escritório da Emater-DF em Brazlândia (61) 3311-9313, da Emater-GO (62) 98152-1596 ou a Prefeitura de Águas Lindas de Goiás - GO (61) 3618-4007, caso a propriedade rural esteja inserida nas áreas priorizadas. Mais informações sobre o Chamamento Público podem ser obtidas no site da Caesb.

Nesta edição do chamamento, estão incluídas as propriedades nas regiões destacadas em amarelo e lilás no mapa:

 

 

Ações em andamento

Além do Chamamento Público, estão em curso outras ações do Projeto Produtor de Água no Descoberto: revestimento do Canal do Rodeador, em execução pela Seagri-DF e ABHA com recursos SUDECO e CBH Paranaíba; implantação de unidades demonstrativas de irrigação, uma parceria entre EMATER-DF e ANA; a construção de unidades autônomas de tratamento de esgoto domésticos, projeto executado em parceria Caesb e EMATER-DF e o projeto “Comunidades Agroflorestais” para segurança hídrica e geração de renda, executado pelo Cirat e com recursos da Fundação Banco Brasil.

 Parcerias

Fazem parte do Projeto Produtor de Água no Descoberto a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa), Caesb, Saneago, Emater-DF, Seagri–DF, órgãos ambientais do DF e de Goiás, representantes da sociedade civil (OSCIPs, associações de produtores locais), municípios de Padre Bernardo (GO) e Águas Lindas (GO), dentre outros, totalizando 25 instituições.

 Serviço

Apresentação do Chamamento Público

Data: 22 de março de 2024 – 9h

Local: Haras Vale Feliz – Núcleo Rural Alexandre Gusmão – Chácara 291 – Gleba 03 – Incra 06 - Brazlândia

Localização:https://www.google.com/maps/dir//CHACARA+291+-+Brazl%C3%A2ndia,+Bras%C3%ADlia+-+DF,+72772-010/@-15.7351569,-48.1965748,2092m/data=!3m1!1e3!4m8!4m7!1m0!1m5!1m1!1s0x935bb62b3e910a1b:0xb2e5deb73ef9cf74!2m2!1d-48.197744!2d-15.7372036?entry=ttu

Pagina 73 de 75