15/09/20 - Obras de saneamento básico no Distrito Federal somam mais de R$ 230 milhões



Investimentos da Caesb garantirão melhorias em 15 regiões do Distrito Federal


Aumento na disponibilidade hídrica e melhorias no sistema de distribuição de água e de esgotamento sanitário são os resultados imediatos dos R$ 230 milhões investidos pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal, nos últimos 20 meses. A longo prazo, moradores de 15 regiões administrativas terão mais qualidade de vida e garantia de saúde. A Companhia tem realizado investimentos com objetivo de levar tranquilidade à população do DF nos próximos anos.

Desde janeiro de 2019, já foram entregues quatro obras e outras 15 estão em andamento, com previsão de conclusão entre o final deste ano e início do próximo. Ao todo, foram gerados 820 empregos diretos e 2.460 indiretos, neste período.

O engenheiro da Caesb Guilherme Gobbi explica a necessidade dos investimentos nas redes de distribuição de água e de esgotamento básico para garantia de disponibilidade hídrica à população do DF por um longo período: “Há duas semanas, finalizamos a ligação de uma adutora no Jardim Botânico, que também atenderá São Sebastião. São obras importantes, que terão uma durabilidade longa de, pelo menos, uns 30 anos.”

A região do Grande Colorado, Sobradinho, Sobradinho II e Planaltina recebe obras de instalação, interligação e setorização de redes que abastecerão a parte norte do Distrito Federal. Somente neste local, o investimento de R$ 3,2 milhões permitirá uma maior disponibilidade hídrica à comunidade de 350 mil pessoas. Com a implantação da nova rede, será possível fazer um controle mais apurado da pressão causada pela água, evitando o risco de rompimento das adutoras e elevando o nível de vazão ao longo da tubulação. Os novos tubos de polietileno (PEAD) de 630 milímetros de diâmetro operam com capacidade para dar vazão a 140 litros de água por segundo e são considerados mais modernos em relação ao modelo usado anteriormente.

Outras áreas com grande população, como Ceilândia, Taguatinga, São Sebastião, Paranoá e Itapoã também serão beneficiadas com as melhorias de setorização das redes, em um total de mais de 218 mil ligações de água. As regiões foram selecionadas a partir de levantamento dos pedidos de manutenção, além dos índices e volumes de água perdidos nos últimos anos, causados principalmente por crescimento urbano acelerado e ocupações irregulares de terrenos.

Daniel Rossiter, presidente da Caesb, ressalta o esforço realizado diariamente pela empresa. “A Caesb trabalha 24 horas por dia para garantir à população uma água de qualidade e um bom tratamento do esgoto. O investimento de mais de R$ 200 milhões que a Caesb vem fazendo vai garantir ainda mais segurança e conforto aos nossos usuários. Seguimos empenhados, com todo o apoio do governador Ibaneis Rocha, para oferecer serviços melhores e atendimento de excelência à população”, ressalta.

Atualmente, a Companhia atende 99% da população do DF com rede de água, além de coletar 89,4% do esgoto e tratá-lo 100%. Em junho deste ano, o Distrito Federal conquistou o prêmio de 2º lugar no ranking ABES da universalização do saneamento, entre as capitais brasileiras.

Confira aqui as obras da Caesb